Palmas, Tocantins -

Política


Mulheres do Democratas
537 visualizações

Dorinha e Cinthia fortalecem relação institucional durante evento do Democratas

O Encontro de Mulheres do Democratas também contou com a presença da senadora Kátia Abreu (PDT).
- Atualizada em
Descrição: Seminário Mulher Democratas Edu Fortes

A deputada federal Dorinha Seabra, presidente regional do Democratas, disse à reportagem do T1, nessa sexta-feira, 6, que o partido não vai lançar candidatura própria à prefeitura de Palmas em 2020, mesmo porque faz parte da equipe da prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB). No entanto, evitou entrar em detalhe sobre uma possível aliança com a gestora da Capital, que é candidata natural à reeleição. A parlamentar adiantou que está montando uma chapa competitiva ao Legislativo e que já conta com 35 pré-candidatos, podendo chegar a 48.


Dorinha falou à nossa reportagem antes do início da solenidade do Encontro de Mulheres do Democratas, no auditório da sede da OAB-TO, em Palmas, e ressaltou que a legenda é a que mais cresce no Tocantins e deve lançar cerca de 60 candidaturas no interior do Estado. “Nesse processo, vamos buscar candidatura de mulheres para preencherem os 30% de vagas a elas destinadas. Tem muitas que atuam nas escolas, saúde, movimento de moradia e que são nomes que têm consistência para ocupar as Câmaras Legislativas”, sustentou a deputada.


Conforme Dorinha, o Democratas está realizando esse trabalho em todo o País e, aqui no Tocantins, o partido quer dar voz às mulheres indígenas, negras, mais pobres e as trabalham na educação e na saúde. "O nosso objetivo, em que pese as mulheres ser maioria da população, é trabalhar junto com os homens e não entrar num regime de competição de gênero; acreditamos nessa evolução pela conquista de nossos espaços não só na política, mas em todas atividades e segmentos de mercado”, explicou.


A presidente regional do Democratas destaca a campanha de filiação que a legenda vem realizando em todo Estado. Ela não tem ainda contabilizado o número de filiados, mas garante que é partido que mais cresce o Tocantins, ao sustentar que em 2020 começa a ser desenhado um novo cenário político, com o impedimento legal de alianças para as eleições de vereadores, o que, segundo ela, vai obrigar os partidos terem mais cautela na hora das composições da chapa majoritária. No entanto, acredita que esse novo desenho do cenário político vai dar mais mobilidade para os partidos nas possíveis composição para a disputa das prefeituras em todo Tocantins.


Além de várias lideranças políticas do interior, o evento contou com a presença da senadora Kátia Abreu (PDT) e da prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB). O seminário é uma estratégia de capacitação permanente para aumentar filiações e candidaturas de mulheres. “Queremos quebrar esse paradigma de que mulher não gosta de política, ou não quer se envolver”, resumiu Dorinha.