Palmas, Tocantins -

Política


Em Gurupi
1.313 visualizações

Eleita após ataque misógino, Josi Nunes diz que sua eleição empodera as mulheres

Nas eleições de 2020, a campanha de Josi foi marcada por ataques, os quais ela respondeu à altura, através da urnas, tornando-se a primeira mulher prefeita eleita de Gurupi
- Atualizada em
Divulgação/Ascom Josi Nunes

A prefeita eleita de Gurupi, Josi Nunes (Pros), é a primeira mulher prefeita da cidade. Josi, aos 58 anos, respondeu à altura, através das urnas, as ofensas e a rivalidade política que marcou sua campanha eleitoral. Para ela, a vitória significa uma maior representatividade de luta pela paridade de gênero na história política do terceiro maior município do Tocantins. “É um marco importante para todas as mulheres, isso vai ajudar no processo de empoderamento, porque é necessário ter mulheres nas instâncias de decisão. É uma conquista e um avanço muito grande nessa luta nossa por mais igualdade e justiça”, declarou ela ao portal na segunda-feira, 16.

 

O resultado do último domingo, 15, tornou-se marcante também porque ela saiu de uma pesquisa espontânea de 3% e chegou à vitória, oriunda de uma suada e acirrada campanha, eleita com 7,79% de diferença para o segundo colocado, Gutierres.

 

A exemplo de um dos ataques sofridos por ela, está a provocação misógina na quinta-feira, 12, no comício do candidato de oposição, Gutierres Torquato (PSDB). A colocação, proferida pelo atual prefeito de Gurupi, Laurez Moreira (PSDB), diz que “tem gente que fica velho e não aprende a administrar nada. Ela (Josi) é um exemplo. Já tá velha, acabou o patrimônio do pai, acabou o patrimônio da mãe e agora quer vender o povo de Gurupi. Ela não vai vender o povo de Gurupi, não. Ela se vende, ela vende a honra de sua família, mas ela não vende o povo de Gurupi”, disse Laurez em frente a prefeitura do município.

 

Josi admitiu ter tido dúvidas em se candidatar, mas o apoio que recebeu de lideranças políticas, da equipe de campanha e, principalmente da população gurupiense pesaram na decisão final. “Eu mostrei para Gurupi que o trabalho de várias obras do atual prefeito foram recursos que eu trouxe para a cidade. Gurupi recebeu nossa mensagem, nos aceitou e estamos aí com essa vitória que para nós é muito importante. Não só para mim, mas para a minha mãe”, afirmou.

 

 

Divorciada, mãe de dois filhos, professora e psicóloga, a prefeita eleita carrega em sua bagagem política quatro mandatos como deputada estadual e um como deputada federal. Agora, Josi ocupará o mesmo cargo exercido pelo pai, Jacinto Nunes, entre 1983 e 1988.

 

Josi tomará posse com o vice-prefeito, Gleydson Nato, em 1º de janeiro de 2021. Ela garantiu que em resposta à vitória, a gestão fará de tudo para recompensar a credibilidade recebida e cumprir os compromissos feitos ao povo de Gurupi no plano de governo e na campanha.