Palmas, Tocantins -
#EleNão
1.457 visualizações

Em Palmas, ato contra o fascismo inicia com reunião, orientações, música e poemas

Organizado majoritariamente por mulheres, o ato intitulado #EleNão se opõe à candidatura do presidenciável Jair Bolsonaro, do PSL
- Atualizada em
Ato teve início às 6 horas na Praça dos Povos Indígenas, em Palmas Roberta Tum

Com cartazes, instrumentos musicais e muita determinação, centenas de mulheres começaram a se reunir na Praça dos Povos Indígenas, na região central de Palmas, para dar início ao ato intitulado #EleNão, contra a candidatura do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL).

 

A concentração de pessoas começou por volta das 15h30 e, com o decorrer da tarde, outros manifestantes foram aglomerando. Entre mulheres e homens, também há crianças e idosos, mas o público é majoritariamente jovem.

 

Manifestantes de municípios vizinhos também estão se juntando ao grupo.

 

O grupo começará a se deslocar pela Avenida NS-02, passará pela Assembleia Legislativa, onde o grupo deve se concentrar para finalizar as atividades.

 

Está programado recitação de poemas, entoação de cantos e atos com gritos de ordem durante todo o trajeto.

 

O T1 Notícias acompanha o ato. Acompanhe também as redes sociais do portal para acesso a mídias.