Palmas, Tocantins -

Política


Resistência
1.307 visualizações

Impasse no Estado atrasa cessão da nova secretária de Educação do Município

Cleizenir foi nomeada e apresentada no último dia 11, pela prefeita Cinthia Ribeiro como a nova Secretaria da Educação em Palmas; apesar disso, ainda não assumiu definitivamente a pasta.
- Atualizada em
Reprodução

O governo do Estado admitiu, na manhã desta sexta-feira, 19, ao T1 Notícias ter recebido o pedido de cessão para a Prefeitura, da servidora Cleizenir Divina dos Santos, mas que está avaliando a solicitação e estudando sua substituição devido a relevância do papel que ela exercia frente à Diretoria Regional de Ensino (DRE) de Palmas. 

 

Cleizenir foi nomeada e apresentada no último dia 11, pela prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) como a nova secretária da Educação em Palmas; apesar disso, ainda não assumiu definitivamente a pasta pois a sua a cessão ao município ainda não foi liberada.

 

Na última terça-feira, 16, o Diário Oficial do Município (DOM), trouxe a nomeação de Higor de Sousa Franco, para responder interinamente pela pasta, enquanto o impasse se desenrola. Higor responde como gestor financeiro até a chegada da nova secretária. 

 

O assunto já gera burburinho nos bastidores da política tocantinense, uma vez que Cleizenir teria sido indicada pela deputada federal do Democratas, Professora Dorinha, partido do atual governador, Mauro Carlesse. De férias e fora do Estado, Carlesse é substituído pelo vice-governador, Wanderlei Barbosa (PHS), auto declarado pré-candidato a prefeito em oposição à Cinthia Ribeiro (PSDB). 

 

Não há registro no governo Carlesse de negativa de cessão de funcionários para o poder municipal, assim como, não há também registro de que a Prefeitura tenha se negado a ceder servidores para o Estado. Esse tipo de embate político só foi registrado uma vez, quando o governo era comandado por Marcelo Miranda (MDB) e a prefeitura, por Carlos Amastha (PSB).

 

Ao T1 Notícias a Prefeitura de Palmas informou que o pedido de cessão da servidora, via ofício, foi encaminhado ao governador Mauro Carlesse ainda no dia 10 de julho. E reforçou que a relação entre os dois entes é de reciprocidade. Ainda segundo a prefeitura, a Secretária tem até 30 dias, contados a partir da nomeação para tomar posse. 
 

Notícias sobre:

cleizenir cinthiaribeiro