Palmas, Tocantins -
Bate-boca nas redes
993 visualizações

Kariello Coelho e Milton Neres trocam farpas nas redes sobre Shopping a Céu Aberto

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Palmas, Kariello Coelho, e o vereador de oposição Milton Neres se alfinetaram nas redes por causa do projeto do Shopping a Céu Aberto, em Taquaralto
- Atualizada em
Secretário e vereador trocam farpas nas redes sociais Montagem/T1 Notícias

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Emprego de Palmas, Kariello Coelho, e o vereador de oposição Milton Neres vem, desde o último dia 6, trocando farpas nas redes sociais Twitter e Facebook. O desentendimento começou quando o vereador alegou que o projeto do Shopping a Céu Aberto, em Taquaralto, está sendo tocado sem ouvir a população e os comerciantes. Por outro lado o secretário ressaltou que já foram realizadas diversas reuniões com comerciantes, além de visitas a cada estabelecimento para apresentação do projeto.

 

Na noite desta terça-feira, 8, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Emprego (Sedem) e a Subprefeitura da Região Sul realizam mais uma reunião com os comerciantes da Avenida Tocantins para apresentar de perto o projeto e esclarecer dúvidas dos empresários.

 

Comentando a situação, Kariello publicou um post em seu perfil no Facebook no domingo, 6. “Para elucidar aqueles que poderiam ter dúvidas! A Avenida Tocantins ficará linda, tudo se valorizará, as vendas crescerão muito e será o melhor natal da história!!!! Parabéns à todos que acreditam no projeto!”.

 

No dia seguinte, em resposta ao post de Kariello, o vereador publicou: “A prefeitura está apenas confirmando o que todos empresários, donos de imóveis e moradores de Taquaralto já sabiam. Não tem projeto do shopping ao céu aberto! Tudo que o subprefeito está falando é um festival de improviso e não respeita a legislação... Vergonha!”.

 

Kariello revidou as declarações e disparou: “O senhor não conhece a matéria, nunca foi a uma reunião do projeto, mesmo sendo iniciado há 2 anos. A única coisa que faz, e faz mal, é populismo e sem embasamento. Se quiser conhecer o projeto e tirar suas dúvidas, amanhã às 19h estaremos respondendo aos empresários da região, e é claro, a toda população. (Será esse horário, para tirar as pessoas do trabalho). Entendo seu desespero, pois estamos trabalhando muito, cuidando da região Sul, modernizando, gerando empregos e não perdemos tempo com discussões infundadas e imensuráveis”.

 

As discussões não pararam por aí. Neres rebateu: “Quem não conhece nada é o senhor secretário... Chegou no início desse ano e está contando história que não viu e nem participou! Como vereador sou revertido da autoridade para fiscalizar a gestão do prefeito e inclusive sua pasta! Como morador e proprietário de imóvel na Avenida Tocantins estou no meu direito de protestar”.

 

O gestor não deixou por menos e respondeu: “Milton Neres, em nenhum momento abstive seu direito ou mesmo ‘autoridade’ de fiscalizar. Bastava comparecer às reuniões, só esse ano foram 3”, e seguiu contando brevemente sua história no Tocantins e novamente convidando o vereador para participar de reunião nesta 3ª.

 

A discussão segue em longas postagens, numa série de acusações e defesas de ambas as partes e finaliza ainda em tom de alfinetada: “Isso é para aprendermos uma lição! Quem conversa muito dá bom dia pro cavalo... Kkkkkk”, disparou Milton Neres. Kariello rebateu: “Milton Neres, você aprendeu? Bom aluno!”, finalizou.

 

Projeto Shopping a Céu Aberto

Localizado na Avenida Tocantins, em Taquaralto, região Sul, o Shopping a Céu Aberto deverá oferecer ambientes ao ar livre, com lojas, escritórios, restaurantes, monitoramento por câmeras e bolsões de estacionamento planejados nos arredores da avenida. A primeira etapa deverá ser concluída ainda neste mês. Em andamento, o cronograma da primeira etapa da obra inclui o recapeamento das Avenidas Tocantins e Ipanema, reordenamento do trânsito, construção da ciclovia, iluminação em Led. Já a segunda etapa, começará logo em seguida, prevê a padronização das calçadas e fachadas, qualificação dos comerciantes, por meio de incentivos fiscais e empréstimos oferecidos pelo Município e Banco do Povo.