Palmas, Tocantins -
Segundo turno
669 visualizações

Kátia não apoiará nenhum candidato por não se “identificar com os projetos”

Em nota, a senadora fala ainda que não acredita que nenhum dos dois conseguirá “unir o País e ter tranquilidade para governar”
- Atualizada em
Senadora afirma que estará no Congresso vigilante no cumprimento da Constituição Divulgação

A senadora Kátia Abreu (PDT) emitiu uma nota no início da noite desta quarta-feira, 10, anunciando isenção de apoio aos candidatos à Presidência da República Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL) por não se identificar com o projeto dos dois presidenciáveis.

 

Na nota ela fala também que não acredita que nenhum dos dois candidatos conseguirá “unir o País e ter tranquilidade para governar”.

 

Kátia concorreu à vaga da vice-presidência ao lado de Ciro Gomes (PDT) no primeiro turno das Eleições Gerais 2018 e ressaltou na nota que o projeto que ajudou a construir não morreu. “Meus sonhos e minhas convicções permanecem vivos e pulsando forte”, garantiu.

 

Para ela, seu apoio não se resume a apenas um personagem ou projeto de poder político. “Apoio uma agenda para o País que possa mudar de fato a vida dos brasileiros para melhor”.

 

Atuação no Senado

 

Ocupando uma cadeira no Senado Federal pelos próximos quatro anos, Kátia garantiu que quer estar no Congresso “vigilante no controle das promessas, vigilante na qualidade do gasto público e vigilante ao cumprimento da constituição federal. Votarei sempre a favor das pessoas, do Tocantins e do Brasil”.

 

Eleições 2022

 

No final da nota ela deixa explícito ainda que nas próximas Eleições Gerais, que acontecerão em 2022, ela e “13 milhões de brasileiros” estão fechados com Ciro.

 

Confira a nota na íntegra:

 

NOTA A IMPRENSA

Me manterei neutra nas eleições de segundo turno em função de não me identificar com o PROJETO dos dois candidatos postos e por não acreditar que conseguirão unir o País e ter tranquilidade para governar.

 

O ódio e a truculência nunca foram bons conselheiros.

 

O PROJETO que ajudei a construir com Ciro Gomes e o PDT não morreu nesta eleição. Meus sonhos e minhas convicções permanecem vivos e pulsando forte.

 

Não apoio apenas um “personagem” ou um projeto de “poder político”. Apoio uma agenda para o País que possa mudar de fato a vida dos brasileiros para melhor.

 

Faço parte dos milhões de brasileiros que tem “a estranha mania de ter fé na vida”, nas pessoas e em Deus.

 

Quero estar no Congresso vigilante no controle das promessas, vigilante na qualidade do gasto público e vigilante ao cumprimento da constituição federal. Votarei sempre a favor das pessoas, do Tocantins e do Brasil.

 

O PDT, em nome das históricas lutas do partido e do grande líder Leonel Brizola pela conquista da democracia, lutará para evitar a vitória das forças mais reacionárias e o risco da derrocada da democracia.

 

Mais de 13 milhões de brasileiros e eu, somos CIRO 2022.

 

Que Deus abençoe a todos nós.

 

Senadora Kátia Abreu