Palmas, Tocantins -
Sigla Política
1.129 visualizações

Com os dias contados no PSB, Marilon diz que não sai, mas apoiará a Wanderlei Barbosa

De acordo com uma fonte ligada ao PSB, a situação entre o parlamentar e o partido se agravou quando ele usou a tribuna da Câmara de Palmas "contra as infâmias praticadas pelos homossexuais"
- Atualizada em
Reprodução/ Aline Batista

A situação entre o Partido Socialista Brasileiro (PSB) e o presidente da Câmara Municipal de Palmas, Marilon Barbosa, vem esquentando desde o ano passado e duas reuniões já foram feitas para discutir a saída do parlamentar da sigla, as quais ele foi avisado, mas não compareceu. Um dos motivos para saída de Marilon seria o apoio ao irmão Wanderlei Barbosa (PHS) para a Prefeitura de Palmas, ao invés de apoiar alguém do partido. 

 

Questionado sobre o assunto, Marilon disse ao T1 Notícias que não deixará de apoiar o irmão caso ele seja candidato. "Eu jamais vou deixar de apoiar meu irmão, não tem partido ou outro candidato que me faça mudar de ideia em relação a isso, porém, até o ano que vem ainda tem muita água para rolar embaixo dessa ponte", comentou. 

 

De acordo com uma fonte ligada ao PSB, a situação teria se agravado quando Marilon usou a tribuna da Casa para dizer que era "contra as infâmias praticadas pelos homossexuais", citando uma passagem bíblica. A declaração gerou polêmica e o seguimento nacional LGBTQ do PSB fez uma recomendação para que Marilon deixasse o partido. 

 

Segundo essa fonte, o comportamento de Marilon vai contra os princípios do partido, não somente em relação a comunidade LGBTQ, como também há um descumprimento do parlamentar em relação aos programas partidários. 

 

Já o parlamentar disse que não soube dessa manifestação e negou ter aversão a comunidade LGBTQ. "Eu tenho muitos amigos homossexuais e inclusive tenho dois que trabalham comigo. Eu não tenho preconceito, o que aconteceu foi que eu citei a bíblia e entenderam errado", justicicou.

 

O vereador voltou a afirmar que não foi procurado por ninguém do partido para falar de sua saída e que não pensa em deixar a sigla. O PSB já havia informado que até outubro anunciará o seu candidato à Prefeitura de Palmas. Os pré-candidatos são o vereador Tiago Andrino, o deputado Ricardo Ayres e o professor Alan Barbieiro.