Palmas, Tocantins -

Política


Em Palmas
1.328 visualizações

Oposição ainda espera viabilizar frente para disputar a eleição com prefeita Cinthia

Os principais partidos na disputa pelo Executivo palmense decidem seus destinos político-eleitoral de hoje para amanhã: MDB, PDT, PSDB, PL, Pros, PSB, PV, PSL, PSC e SD.
- Atualizada em
Reprodução

Parte da oposição está tentando fechar um acordo em torno de um candidato que reúna condições para enfrentar a prefeita Cinthia Ribeiro e seus aliados, nas eleições de 15 de novembro. No entanto, as lideranças entendem que o momento exige cautela e evita comentar detalhes sobre possíveis alianças, sob a alegação de que qualquer revelação sobre o assunto na véspera  do prazo final da convenções, nesta quarta-feira, 16, pode atrapalhar um entendimento nesse sentido.

 

Tanto que a maioria dos partidos com pré-candidaturas a prefeito na Capital deixou para realizar suas convenções nesta terça-feira, 15, e quarta, 16. Já definiram seus candidatos em convenção partidária Podemos (Alan Barbiero), PT (João Elder Vilela) e Psol (João Bazzoli). Os principais partidos na disputa pelo Executivo palmense decidem seus destinos político-eleitoral de hoje para amanhã: MDB, PDT, PSDB, PL, Pros, PSB, PV, PSL, PSC e SD.

 

O balão de ensaio para se viabilizar a coligação dos partidos considerados de centro-esquerda vem sendo ventilado desde o primeiro semestre, mas não se chegou a um denominador comum até  que se definisse a data do adiamento das eleições.. O que se percebe é que as oposições dificilmente estarão unidas em um bloco coeso, para enfrentar a reeleição da prefeita.

 

No entanto, as articulações vão até o último prazo para fechar uma candidatura que representa as oposições. O PDT do pré-candidato a prefeito Milton Neris considera que é possível uma  aliança com os partidos considerados de centro-esquerda como PT, Psol, PCdoB e não descarta o envolvimento do PV, MDB, PL e PSB. Ele adianta que as conversações se intensificaram nos últimos dias. Nesta  segunda-feira, 14, por exemplo, dialogou com o deputado Eli Borges, pré-candidato do SD. Neris pretende envolver nesse bloco até PSL e Podemos.

 

“Estamos dialogando com todas as forças democráticas no sentido de termos um projeto comum em defesa de Palmas, estabelecendo critérios para que possamos marchar unidos”, afirmou Neris nesta segunda-feira ao T1 Notícias. O propósito, segundo o pedetista, é construir essa frente de centro-esquerda (ele cita partidos que não se enquadram nessa condição político-ideológica – PSL, PL e SD) para enfrentar a máquina administrativa de Cinthia.

 

Com reservas quanto aos entendimentos dos outros partidos de oposição, o pré-candidato a prefeito Marcelo Lelis (PV) afirmou ao portal na manhã desta terça-feira, 15, que a pré-convenção está “mais tumultuada” que a   própria campanha em si, “De hoje até amanhã, a articulações serão intensas e a informação fora do tempo certo pode prejudicar qualquer entendimento com outra legendas”, argumentou.

 

Na sua avaliação, a informação no jogo democrático é algo valioso e deve ser repassada com cuidado. “Mas de hoje para amanhã as coisas ficam claras”, ponderou, evitando citar nomes de partido com quem está dialogando.

 

Para o deputado Júnior Geo, pré-candidato do Pros, qualquer  antecipação de  informações sobre a política de alianças nesse momento pode atrapalhar as conversações para definir os caminhos. “Não costumo não responder à imprensa; busco dar a maior assistência possível; peço que entenda que não é má vontade nossa, é estratégia não abrir agora para não atrapalhar”,  disse o pré-candidato.

 

Na reta final para a convenção de seu partido, que ocorrerá nesta quarta-feira, 16, Osires Damaso (PSC), pré-candidato a prefeito de Palmas, vem trabalhando o fortalecimento de sua candidatura e declara que discute composições em prol de um projeto bem estruturado para estas eleições.

 

“A receptividade da população de Palmas com a nossa proposta de reerguimento da economia da cidade, com seriedade e compromisso, têm sido bastante positiva”, afirma Damaso, destacando ainda que neste momento, o foco é buscar agregar valor ao projeto para Capital, com nomes que levantam a mesma bandeira.

 

Damaso cita o deputado Júnior Geo como um dos nomes com o qual se identifica na conduta e nas propostas. “O momento é de agregar para oferecermos o melhor para Palmas”, analisa o socialista cristão.

Notícias sobre:

palmas sucessão oposição cinthia