Palmas, Tocantins -

Política


Paralisação
688 visualizações

Prevendo possível greve, Halum solicitou negociação a ministros

O deputado César Halum (PSD) afirmou ao Portal T1 Notícias que ofício enviado a ministros foi para tentar evitar greve dos Correios.
- Atualizada em

O deputado César Halum (PSD), no último dia 23 de agosto, enviou um ofício a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, e ao ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, solicitando que negociassem com os funcionários dos Correios, tendo em vista a ocorreência de uma greve da categoria.

“O governo é muito lento. Tentei fazer com que abrissem o diálogo, mas se recusaram aí depois a greve acontece abrem o diálogo.  Então pergunto, porque não negociaram antes? Um bom gestor é aquele que antecipa o problema, mas infelizmente não é isso que acontece”.

De acordo com o deputado, a medida foi para tentar evitar que os usuários dos serviços dos Correios não sofressem com os prejuízos causados pela greve e os servidores também não fossem prejudicados.

“No Tocantins os serviços dos Correios são de extrema importância, pois nos municípios de interior eles também funcionam como agencias bancárias.O piso salarial deles é muito baixo de apenas R$ 947. Um aumento de R$ 200 já era significativo”, explicou.

Segundo o deputado ainda nesta terça-feira, 18, os trabalhadores dos Correios estão realizando assembleias que devem seguir até a próxima semana para decidir se entram ou não em greve. Cerca de 120 mil funcionários podem aderir ao movimento em todo o País.

Nos estados de Minas Gerais e Pará, cerca de 17 mil já pararam suas atividades desde a última segunda-feira.

 

Notícias sobre:

cesar halum correios greve tocantins