Palmas, Tocantins -

Política


Crise no PR
1.163 visualizações

Processo disciplinar contra Campelo corre no PR: vereador apresentou defesa

O advogado do PR, Sérgio do Vale, informou ao Portal T1 Notícias que as testemunhas do processo disciplinar Lúcio Campelo (PR) devem ser ouvidas na próxima semana.
- Atualizada em

As cinco testemunhas do processo de apuração ético disciplinar que investiga se o vereador e candidato a reeleição Lúcio Campelo (PR) cometeu infidelidade partidária após declarar apoio ao candidato a prefeito de Palmas, Marcelo Lelis (PV), contrariando a sigla que possui como candidata a prefeita Luana Ribeiro (PR),  devem ser ouvidas na próxima semana. As informações foram passadas ao Portal T1 Notícias pelo advogado do Partido da Republica (PR), Sérgio do Vale.

Segundo o advogado, Campelo apresentou sua defesa no fim do mês de agosto e duas testemunhas por parte do vereador devem ser ouvidas nos próximos dias. “Esta sendo dado a ele o direito total de ampla defesa. Dentro do código de ética do partido há um artigo que veda o apoio de filiados a outro candidato, quando a sigla possui candidatura própria. Duas testemunhas do Lúcio serão ouvidas e as outras três são da outra parte, que fez a representação formal contra o vereador. A previsão é que a oitiva seja marcada para a próxima semana”, informou.

Ainda de acordo com Sérgio do Vale, após os depoimentos das testemunhas o relator vai emitir o parecer e sugerir qual a sanção que deve ser aplicada. “Após o parecer do relator o vereador pode levar uma advertência, ser expulso e até mesmo ter seu o registro de candidatura cassado”, explicou.

Aguardando resposta

Campelo informou ao Portal T1 Notícias que após ter sido notificado e apresentado a defesa não teve mais nenhum contato com o PR e aguarda a manifestação do partido. “Não tive mais nenhum contato e agora estou aguardando a posição do conselho do PR”, afirmou o vereador.