Palmas, Tocantins -

Política


Palmas
490 visualizações

Rezende denuncia descaso com área destinada à construção de praça

Após receber denúncias de moradores do setor Santa Fé, quarta etapa, o vereador Fernando Rezende (Democratas) criticou a Prefeitura de Palmas por não efetuar a limpeza de local destinado à construção de uma praça. O local teria se tornado ponto de
- Atualizada em

O vereador Fernando Rezende (DEM) criticou o descaso da Prefeitura em relação uma área pública no setor Santa Fé, quarta etapa. Segundo Rezende, a área é destinada a construção de uma praça, mas no momento, o local está coberto pelo mato. “O local além de está coberto pelo mato virou cenário do crime. Bandidos estão usando o local para usar e vender drogas. A comunidade estar jogando todo tipo de lixo no local e a prefeitura não faz absolutamente nada”, reclamou o vereador, informando que recebeu a reclamação por moradores do próprio bairro.

Rezende informou também que em Palmas há outros locais em situações semelhantes, que muitas vezes a comunidade não denuncia. “No setor Santa Fé os moradores tiveram a coragem de denunciar e procuraram o nosso gabinete, mas em Palmas, existem muitas áreas na mesma situação, só que ninguém fala nada”, disse.

Providências

O vereador informou também, que providencias serão tomadas de sua parte em relação ao caso. “Assim que o recesso da Câmara terminar, vou entrar com um requerimento solicitando à prefeitura que faça a limpeza no local e que puna as pessoas que estão jogando lixo naquela área, pois não tem como ficar dessa forma, a comunidade estar assustadas com a criminalidade no local, então se a prefeitura não dinheiro para construir a praça, deve pelo menos fazer a limpeza que é de responsabilidade dela”, frisou.

Moradores reclamam

Segundo o morador Adenoir Alves, apesar de todo lixo, o local agora está limpo se comparado com alguns dias atrás. “Mesmo com todo esse lixo, a área está até limpa, pois antes tinha mais lixo. Os moradores também não se conscientizam, tem gente que se desloca da sua casa com um carrinho de mão cheio de lixo e joga aqui”, disse.

Outro morador, João Neres, relatou que o setor é novo e foi liberado dia 9 de agosto de 2011. “Essa quadra é nova, e já se encontra nesse estado. Fui um dos primeiros moradores daqui e hoje esse local está sendo usado como boca de fumo, as pessoas entram nesse matagal usam e vendem drogas. As famílias que moram aqui sentem medo de andarem nas ruas a noite”, pontuou.

Prefeitura

Procurada para falar sobre o assunto a assessoria da Prefeitura informou que devido o fim de semana não encontrou o secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, que poderia dar esclarecimentos a respeito. O espaço continua aberto para os esclarecimentos.