Palmas, Tocantins -
Projeto parado

Vereador cobra que AL agilize projeto do governo que destina recursos a Araguaína

No projeto, o Governo do Estado quer contratar empréstimo no valor de R$ 600 milhões para obras em vários munícipios do Estado. Araguaína será beneficiada com quase R$ 150 milhões
- Atualizada em
Projeto do Governo foi barrado na AL T1 Notícias

O vereador de Araguaína, José Ferreira barros Filho, o Ferreirinha, está questionando a Assembleia Legislativa (AL) o motivo da não tramitação do projeto de lei que autoriza o Governo do Estado a contratar empréstimo no valor de R$ 600 milhões. De acordo com o vereador, Araguaína é um dos municípios prejudicados com a paralização do projeto, já que R$ 150 milhões serão destinados à cidade. Conforme informado ao T1 Notícias, o projeto ainda não foi sorteado para nenhuma das comissões da AL.

 

Em entrevista ao Portal T1 Notícias na tarde desta quarta-feira, 17, o vereador explicou o porquê da reclamação feita na tribuna da Câmara de Araguaína na última segunda-feira, 15. “O projeto não foi colocado nem pauta, está lá desde dezembro. Vai beneficiar várias áreas, em várias cidades. Na segurança pública, na educação e na saúde, principalmente na saúde. Estou brigando mais porque Araguaína será beneficiada com a construção do Hospital Geral”, disse Ferreirinha.

 

Neste empréstimo, que será realizado junto aos bancos do Brasil e Caixa Econômica Federal, o vereador menciona que ao todo R$ 148,5 milhões serão destinados à cidade. Sendo R$ 50 milhões para a construção do Hospital Geral de Araguaína, R$ 86,5 milhões para a duplicação da TO-222, de Araguaína ao distrito Novo Horizonte e R$ 12 milhões para a pavimentação da TO-243, que liga Araguaína ao povoado Mato Verde.

 

O restante do empréstimo, quase R$ 450 milhões, segundo o vereador, será destinado a benfeitorias em vários munícipios e esferas públicas do Estado, inclusive da própria Assembleia, onde está previsto a construção de um anexo orçado em R$ 50 milhões.

 

Ferreirinha comentou, também, que enviou para a Assembleia uma indicação ao presidente da casa, Mauro Carlesse, solicitando urgência na votação do projeto para que o poder executivo contrate logo o empréstimo e dê início às obras.

 

O T1 procurou ouvir o deputado Olyntho Neto, que é o presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia, por onde passam todos os processos antes de serem votados, no entanto, de acordo com sua assessoria de comunicação, ele estava em trânsito.

 

Assembleia

 

Por telefone, a diretoria de comunicação da Assembleia informou que, a pedido do presidente da casa, o projeto retornou ao Governo do Estado para maiores detalhamentos e adequações sobre os investimentos que serão realizados. “Quando a PL chegar com as informações complementares, ele vai ser lido em plenária e enviado para as comissões” ressaltou o diretor de comunicação da AL, Vieira de Melo.