Palmas, Tocantins -

Política


Fim da greve em Palmas
754 visualizações

Vereadores destacam que diálogo entre prefeitura e professores foi fundamental

O vereador Walter Balestra, na tribuna da Casa, falou sobre o retorno dos profissionais da educação ao trabalho. "O fim da greve é a vitória da democracia e do diálogo", disse
- Atualizada em
Descrição: Vereadores repercutem fim da greve dos professores Esequias Araújo

O fim da greve da educação de Palmas, que durou 12 dias, foi tema de debate na Câmara de Palmas na manhã desta terça-feira, 20. O vereador Walter Balestra, na tribuna da Casa, falou sobre o retorno dos profissionais da educação ao trabalho. "O fim da greve é a vitória da democracia e do diálogo", disse.

 

Na opinião do vereador, o consenso prevaleceu com a abertura de diálogo que houve entre a prefeitura e a categoria. "E a Câmara teve papel fundamental ao mediar o acordo, recebendo a categoria, levando as demandas para a prefeitura, que conseguiu colocar fim no movimento".

 

Outro vereador que abordou o tema foi Milton Néris. "Houve a construção de caminho para solução de um problema. De um lado a gestão mostrou com todas as suas ações que cumpriu bem seu papel. E as duas partes ajustaram as coisas e chegaram a definição pelo retorno das aulas", declarou.

 

Para ele, a atitude da gestão de criar uma comissão para dialogar com a categoria foi fundamental para a solução do impasse. "Com apoio e intermediação da Câmara, que integrou a comissão, o fim da greve ocorreu. Isso é diálogo, é atitude correta de uma gestão que tem na educação uma de suas prioridades".

 

Já o vereador João Campos abordou o fato da retomada das aulas. "Nessa questão não é importante saber se teve perdedor ou vencedor. O importante é que os alunos voltaram a ter aulas e os pais, mais tranquilos por saber que os filhos estão nas escolas. Tudo volta à normalidade", comentou.