Palmas, Tocantins -
Saúde

Período seco: saiba como evitar irritações nos olhos

Com a ventania e consequentemente o clima seco, alguns cuidados podem ser tomados para evitar a síndrome do olho seco.
- Atualizada em
Reprodução

No Tocantins, com o tempo seco é necessário acrescentar alguns hábitos novos na saúde ocular, já que neste período, a mudança no clima pode causar ressecamento, irritações, sensação de areia nos olhos, vista embaçada, bem como variações na composição da lágrima.

 

Esses sintomas são indicativos da síndrome do olho seco, como explica o médico oftalmologista, Ricardo Fiad Pasini.

 

“É uma doença crônica multifatorial da superfície ocular caracterizada pela diminuição da produção de lágrimas ou deficiência em alguns de seus componentes com desequilíbrio do filme lacrimal. A síndrome do olho seco se dá quando não temos lágrimas suficientes, tanto em qualidade quanto em quantidade, para lubrificar os olhos. Esse problema pode ocorrer em apenas um olho, mas é mais comum que afete ambos”, comenta o especialista.

 

Em algumas circunstâncias, os olhos podem ficar mais secos mesmo sem nenhuma doença ocular. Alguns fatores, como exposição solar excessiva, vento, ar-condicionado ou qualquer lugar com baixa umidade do ar, podem provocar o problema.

 

“Muitas pessoas usam o colírio para aliviar os incômodos nos olhos. Mas, o cuidado deve ser redobrado, já que o uso do colírio deve ser utilizado com recomendação médica. Alguns colírios podem prejudicar a saúde ocular e aumentar a pressão do olho, caso isso aconteça a pessoa pode perder a visão”, orienta o oftalmologista Ricardo Fiad Pasini.

  

Prevenção

 

 

Com a ventania e consequentemente o clima seco, alguns cuidados podem ser tomados para evitar a síndrome do olho seco.

 

“Em dias de ventania, principalmente, acessórios externos, como óculos de sol, ajudam na prevenção da síndrome do olho seco. Limpar os olhos, bem como a região dos olhos, também é muito importante, já que esse cuidado ajuda a evitar o entupimento das glândulas que secretam componentes para a lágrima. O uso de colírio lubrificante neste período também é recomendável”, finaliza.

 


Oftalmologista Ricardo Fiad Pasini.