Palmas, Tocantins -

Turismo


Confira a programação
146 visualizações

Definidos horários e canais de transmissão das missas do Senhor do Bonfim

Este ano, as atividades presenciais foram canceladas para evitar aglomeração. As missas serão celebradas, ao vivo, no próximo sábado, 15, em horários distintos.
- Atualizada em
Emerson Silva/Governo do Tocantins

Estão definidos os horários e os canais de transmissão das missas em homenagem ao Senhor do Bonfim, nos municípios de Natividade, Araguacema e Tabocão, que tradicionalmente recebem romarias entre os dias 6 e 17 de agosto. Este ano, as atividades presenciais foram canceladas para evitar aglomeração e, dessa forma, a propagação do novo Coronavírus, causador da Covid-19.

 

As missas serão celebradas, ao vivo, no próximo sábado, 15, em horários distintos. A do Distrito do Bonfim, em Natividade, será às 8 horas, com transmissão pelo Facebook da Paróquia Santo Antônio de Gurupi, Diocese de Porto Nacional; pelas emissoras de rádio Mais FM 95,9 (Gurupi) e Porto FM 87,9; além do canal do Youtube do Padre Jackson. Em Araguacema, a transmissão será às 18 horas, e poderá ser acompanhada pelos canais de Facebook da Paróquia Nossa Senhora da Divina Providência e do Frei Willian. Tabocão encerra a programação religiosa às 19h30, com transmissão pelo Facebook da Paróquia São Geraldo.

 

O Governo do Tocantins é parceiro na iniciativa, por meio da Agência do Desenvolvimento da Cultura, Turismo e Economia Criativa (Adetuc), com apoio cultural, e da Secretaria de Estado da Comunicação, com acompanhamento técnico. Uma reunião neste sentido foi realizada no dia 30 de julho, entre o presidente da Adetuc e secretário de Indústria, Comércio e Serviços (Sics), Tom Lyra; o secretário de Estado da Comunicação, Élcio Mendes; Frei Willian Dantas; o Coronel Barbosa, da Polícia Militar do Tocantins; a superintendente do Desenvolvimento da Cultura, Lorena Ribeiro; a gerente de Acervos e Patrimônio Histórico e Artístico, Alline Alves; e a gerente de Fomento e Promoção da Cultura, Livia Iwasse.

 

“Seguimos a orientação do governador Mauro Carlesse, de buscar uma saída para garantir acesso dos fiéis às missas do Senhor do Bonfim”, explica Tom Lyra, ressaltando a importância religiosa e cultural das romarias.

 

Tradição

 

Em Natividade, distante 220 km de Palmas, a romaria começou em 1750, no local onde um vaqueiro teria encontrado a imagem do Senhor do Bonfim, sobre um toco de árvore. Nas tentativas de envio da imagem para a cidade, distante 23 km, ela sempre retornava ao ponto de origem, onde foi erguida a igreja que se tornou ponto de peregrinação. Anualmente, o local chega a receber 120 mil romeiros neste período.

 

A romaria de Araguacema, a 292 km da Capital, ocorre desde 1932, às margens do Rio Piranhas, afluente do Rio Araguaia, a 40 km da cidade. As celebrações começam com um novenário e culminam com a missa campal em 15 de agosto, com participação em torno de 12 mil fieis por ano.

 

Em Tabocão, distante 165 km de Palmas, esta seria a 41ª Romaria do Senhor do Bonfim, realizada paralelamente à Expotabocão. Um de seus pontos altos é a procissão de aproximadamente 1,5 km, entre a capela de Nossa Senhora de Aparecida e o Santuário do Senhor do Bonfim, localizado no alto de uma serra. A tradição teve início há 40 anos, quando um fazendeiro teria sido agraciado com um milagre, em Araguacema. Em gratidão, construiu uma igrejinha para fomentar a tradição em seu município.