Palmas, Tocantins -

Turismo


Atração no Maranhão
472 visualizações

Festa do Divino atrai centenas de turistas para a cidade histórica de Alcântara

Conhecida mundialmente, a Festa do Divino Espírito Santo de Alcântara é marcada por 12 dias de muita animação, onde se mistura o religioso com o profano
- Atualizada em
Descrição: Festa do Divino de Alcântara conta alvorada das caixeiras e músicos Divulgação

Patrimônio histórico nacional desde 1948, a cidade de Alcântara, no Maranhão, realiza uma festa religiosa que atrai turistas do mundo inteiro, entre os meses de maio e junho. Conhecida mundialmente, a Festa do Divino Espírito Santo de Alcântara é marcada por 12 dias de muita animação, onde se mistura o religioso com o profano. Além das belezas culturais e históricas da cidade, o evento oferece ao público atrações gastronômicas, música e dança. Realizado tradicionalmente cinquenta dias após a Páscoa, a festa geral começou este ano no dia 24 de maio, com passeata e levantamento do mastro da Imperatriz. O mastro é transportado pelos festeiros pelas ruas da cidade, até ser levantado definitivamente na Praça da Matriz.

 

A programação da Festa do Divino de Alcântara conta alvorada das caixeiras e músicos, missa solene de Ascensão, na Igreja do Carmo, com a coroação da Imperatriz, cortejo pelas principais ruas da cidade, retornando à Casa do Divino. Até o final da festa, a comunidade local e visitantes poderão acompanhar os cortejos da Imperatriz e dos mordomos, com distribuição de licores, doces, chocolate quente, bolos e refrigerantes, ao som de uma animada banda de música. Alcântara foi elevada à condição de Vila em 1648, por isso mesmo detém uma rica história, marcada pela riqueza e esplendor da aristocracia rural e sua decadência, assim como pelo sofrimento dos povos indígenas, primeiros habitantes do lugar, e dos escravos trazidos à força da África.

 

O acesso a Alcântara é feito pelo mar, após pouco mais de uma hora de percurso em barcos ou lanchas, que atravessam a baia de São Marcos a partir de São Luis. Passear pela cidade remete ao tempo colonial, presente no patrimônio arquitetônico ainda bem preservado. Entre ruínas de prédios imponentes, destacam-se o pelourinho, as fontes, os poços e as igrejas, que servem de cenário para a festa do Divino Espírito Santos. A cidade possui uma estrutura hoteleira modesta, bares e restaurantes que atendem a contento à demanda turística. As praias são limpas e pouco frequentadas. A vida noturna oferece como atração especialmente o reggae, ritmo obrigatório local.

 

Mais voos para os EUA

 

O Brasil será conectado aos Estados Unidos por sete novos voos, segundo o Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur). De maio a dezembro de 2017, os aeroportos internacionais de São Paulo, Rio de Janeiro e Recife devem receber voos vindos de Orlando, Dallas e Nova York, somando mais de 25 novas frequências para o Brasil. As linhas aéreas Latam, Avianca, Azul, American Airlines e Delta fazem as novas rotas, facilitando a chegada dos turistas norte-americanos. A isso, junta-se o fato de que, a partir do final deste ano, Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão vão utilizar do visto eletrônico para conhecer os destinos turísticos brasileiros.