Palmas, Tocantins -

Turismo


Turismo
123 visualizações

Impulsionado pelo turismo, Tocantins apresenta projetos inovadores

O setor turístico é fundamental para o progresso econômico e não só permite a constituição de negócios, mas também o desenvolvimento de pequenas regiões, com reflexos benéficos para as populações
- Atualizada em
Descrição: Imagem ilustrativa Pixabay

Com vantagens não só econômicas, mas também culturais, o turismo é fundamental para o crescimento de uma nação, promovendo interações e alargando horizontes. O Brasil não é exceção nesse sentido e, através de projetos inovadores, vem crescendo e consolidando-se neste mercado. 

 

O turismo mundial veio crescendo nos últimos anos, totalizando US$ 8,8 trilhões de contribuição para a economia e gerando 319 milhões de vagas de trabalho no ano de 2018, de acordo com o Conselho Mundial de Viagens e Turismo, numa pesquisa executada em parceria com a Oxford Economics. No Brasil, a atividade turística representa 7,9% do PIB nacional e estima-se que cresça cerca de 8,2% até 2028.

 

Por outro lado, quando o assunto são postos de trabalho, o cenário apresenta-se igualmente positivo, com 6,59 milhões de empregos nesta área de atividade no país, o que representa 7,5% dos postos a nível nacional. Já o Estado do Tocantins, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, ganhou maior expressão nesse setor, o que se refletiu em um aumento de 185% em vagas de emprego no ano de 2019 em comparação a 2018, conforme noticiamos.

 

De fato, o setor turístico é fundamental para o progresso econômico, e não só permite a constituição de negócios, mas também o desenvolvimento de pequenas regiões, com reflexos benéficos para as populações locais. Nesse sentido, o Tocantins, principalmente pelo seu turismo de sol e praia, consolida-se neste setor e os números são bastante favoráveis ao seu crescimento.

 

De acordo com o Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur), que, em 2019, realizou uma pesquisa com cerca de 600 pessoas sobre o turismo da região, a maior parte dos turistas que se deslocam ao estado tende a ficar instalada em média entre dois a cinco dias. Além disso, o gênero feminino destaca-se. Viajando principalmente por lazer, 37% comentaram que preferiam pernoitar na praia por meio de, por exemplo, acampamentos, enquanto 29% optam pelos alojamentos de pessoas próximas para se instalar. Em relação às despesas, o gasto médio diário situa-se entre os R$ 50,01 e R$ 150,00.

 

Iniciativas na internet reinventam o turismo

 

Pelas suas particularidades ecológicas, culturais e até religiosas, o Tocantins distingue-se no panorama turístico brasileiro e, com atrações como Jalapão, Serras Gerais e Praias do Cantão, é representado em feiras de turismo internacionais e faz parte da Rota Nacional do Turismo.

 

                                                                                                                 Imagem: Pixabay 

 

Porém, o turismo não escapou ao contexto atual e várias atividades turísticas de diferentes naturezas acabaram se convertendo ao digital para continuar levando ao seu público os conteúdos que eles procuram. O Tocantins é uma das regiões que se insere nesta dinâmica e eventos tradicionais como o Porto Verão chegaram ao virtual em 2020, estando presente em um portal juntamente com a Semana Cultural. Também o Observatório de Turismo do Tocantins, anunciado em outubro de 2020, está alocado na internet: através de uma plataforma virtual, é possível ter acesso a notícias e pesquisas sobre o turismo no estado.

 

Porém, não só em Tocantins o turismo se reinventou. Diversas iniciativas nacionais e internacionais pretendem dar um novo sentido ao conceito tradicional de atividade turística. No Rio de Janeiro existem opções para os amantes de arte que não perdem as últimas exposições, sendo o Museu de Arte Moderna (MAM), que colocou as suas 15 mil obras no digital, uma delas. Para isso, o MAM disponibilizou no seu website um tour virtual que inclui o interior e o exterior do museu, assim como uma perspetiva de 360º do espaço.

 

A indústria do entretenimento, forte aliada do ramo de turismo, é outra que também vem se reinventando. O setor de cassinos, por exemplo, que leva milhares de turistas para os destinos em que é possível desfrutar dos jogos mais emblemáticos, também sentiu a necessidade de se adaptar ao digital. Com isso, vem ocorrendo um boom de plataformas de cassino online e de portais comparadores, que verificam os sites que oferecem modalidades de cassino online, fazem uma comparação entre eles e sugerem os mais indicados e seguros.

 

Estas plataformas destacam-se por permitir aos usuários jogar em qualquer lugar através de dispositivos como o celular ou o computador, assim como por disponibilizarem uma variada gama de jogos e prêmios. Quem procura experiências online também pode encontrá-las no site do Airbnb, que se adaptou totalmente à nova realidade e agora oferece aulas de culinária, dança ou esportes, permitindo viajar sem sair de casa.

 

Por fim, o ambiente de um cruzeiro também pode ser reproduzido na internet: empresas como a Crystal Cruises são o exemplo disso. Através da Crystal@Home, uma plataforma digital, é possível encontrar uma programação que também acontece no interior do cruzeiro, dispondo de atividades como aulas de culinária e de fitness, podcasts e programas de entretenimento.

 

Assim, não apenas no Tocantins, mas no Brasil todo e ao redor do mundo, o setor de turismo vem inovando e se reinventando a uma velocidade intensa, mostrando sua capacidade de adaptação. Dessa forma, mesmo vivendo uma nova realidade, é bem provável que os números do turismo brasileiro continuem apontando para cima.