Palmas, Tocantins -

Turismo


Em julho
4.042 visualizações

Praia da Fofoca em Pau D’Árco reúne qualidade e beleza

A paisagem é linda, a praia é boa, bem estruturada e os custos para aproveitá-la não são altos. Os famosos três “bês”: bom, bonito e barato!
- Atualizada em
Descrição: Barracas na Praia da Fofoca Emerson Silva

No período de junho a agosto, o rio Araguaia baixa suas águas formando imensos blocos de areia: as famosas praias de rio. Um delas é a da Fofoca, em Pau D’Árco, que recebe  paraneses e turistas de cidades tocantinenses vizinhas, atraídos pela beleza do lugar. Com início em 5 de julho, a temporada prolonga-se até dia 3 de agosto.

 

Para chegar até o atrativo de veraneio é necessário atravessar um trecho do Rio. O trajeto é feito em voadeiras, ao valor de R$ 4 reais por cada trecho. A paisagem é linda, a praia é boa, bem estruturada e os custos para aproveitá-la não são altos. Os famosos três “bês”: bom, bonito e barato!

 

Exatamente por levar em consideração esse trio de vantagens, que Valmor Vicente Cantuária da Silva, 43, se desloca há 15 anos de Floresta, no estado do Pará, para a praia da Fofoca. Ele não vem sozinho. Este ano trouxe 14 familiares, dentre eles, três crianças. “Venho sempre com minha família, desde que meus filhos eram pequenininhos”, diz ele, exibindo uma foto de uns 10 anos atrás.

 

“É uma oportunidade de reunir a família e de nos divertir juntos”, reforça Valmor, justificando: “venho pra cá porque considero uma das melhores praias de rio da região”. O filho, Douglas enche os olhos de alegria ao relembrar momentos já vivenciados durante as férias no lugar. “Temos boas lembranças daqui. Gostamos de tudo: do lazer, pesca, shows...”, citou.

 

Custos

Gilson Antero da Silva, responsável pela promoção e marketing da Praia,  revelou um dos segredos à cerca dos valores cobrados na praia. “A Prefeita Laudeci Ribeiro baixou uma portaria determinando que os valores cobrados nas barracas da praia não podem ser maiores que os cobrados na cidade de Pau D’Árco”, esclareceu.

 

Quando se trata da alimentação, as opções são diversas. Vai desde o tradicional PF, ao valor de R$ 10 reais ao prato executivo, para o qual a média de preço cobrada é de R$ 15 reais. Algumas barracas oferecem café da manhã. Para se ter uma ideia, com R$ 1,50  toma-se um café com leite. Os acompanhamentos  - bolo frito, pão de queijo, beju - variam de R$ 1 real a R$ 0,50 centavos.

 

Trabalho e moradia

Enquanto para alguns a praia é sinônimo de descanso e lazer, para a funcionária púbica municipal, Adriana Meneses de Paula, é trabalho e moradia. Isso mesmo! Para cuidar de uma das barracas de alimentação, ela tira férias e literalmente muda-se para a praia. “Vou à cidade apenas para resolver uma coisa ou outra, mas passo a maior parte dos dias aqui mesmo”, revelou.

 

Programação – iniciando a partir das 20h30

Dia 18/07: Banda Pinotti e Negros do Baile

Dia 19/07: Naire – Tony Baladeiros

Dia 20/07: Banda Ziriguidum

Dia 25/07: Devassa e Wesley Batidão

Dia 26/07: Leãozinho do Forró, Rafael Matos e Banda

Dia 01/08: Kuarto de Empregada e Meninos do Tocantins

Dia 02/08: Sandro e Santiago