Palmas, Tocantins -
Luiz Pires

Luiz Pires

luizpiresto@gmail.com
Colunista do editorial Turismo

893 visualizações

Usina de Itaipu: mais do que uma obra de engenharia, um tributo à natureza

- Atualizada em

Por muitos anos considerada a maior usina hidrelétrica do mundo, Itaipu, na fronteira do Brasil com a Argentina, abriu seus domínios para o turismo, que hoje é uma grande fonte de renda para o empreendimento. O departamento dedicado unicamente ao turismo cuida de dar o melhor atendimento a quem deseja conhecer um centro de atrações que vão deixar saudades. Todas as atrações disponibilizadas são pagas, mas vale a pena conhecer. Na Vista Panorâmica, o visitante assiste primeiramente a um filme sobre Itaipu e segue em ônibus para conhecer a usina. O roteiro passa pelo mirante do vertedouro, inclui uma parada no mirante central, onde há estruturas de apoio, segue passando pelos condutos forçados e, dependendo da operação da usina, o ônibus passa também por cima da barragem, de onde se tem uma vista belíssima do Rio Paraná com Foz do Iguaçu ao fundo.

 

Já o Circuito Especial foi premiado pelo Ministério do Turismo como uma das melhores práticas de atrativos turísticos. O roteiro dispõe de atendimento diferenciado, com monitores trilíngues e permissão total para filmar e fotografar. Conheça a sala de comando central e desça até o nível onde estão as turbinas em pleno trabalho de geração de 700 megawatts de energia cada uma, energia suficiente para abastecer uma cidade com 2,5 milhões de habitantes. Outra atração é a Iluminação da Barragem, quando, de repente, em meio à escuridão, a barragem de concreto é iluminada por 747 refletores e 112 luminárias. O Refúgio Ecológico Bela Vista é o projeto mais antigo e bem-sucedido da hidrelétrica, fica localizado entre os Parques Nacionais do Iguaçu e da Ilha Grande.

 

O Ecomuseu é uma ótima opção para conhecer a história de Itaipu. O circuito é dividido em módulos que retratam desde a ocupação da região da usina na margem brasileira até os projetos de conservação conduzidos pela binacional. O Polo Astronômico Casimiro Montenegro Filho é um dos poucos do mundo a reunir de forma integrada planetário, observatório e plataforma de observação a olho nu. O Teste Drive Elétrico permite a experiência única de dirigir um veículo elétrico, silencioso e não poluente e, ainda, conhecer alguns dos cenários mais impressionantes da usina. E, por fim, o Porto Kattamaram: com uma completa infraestrutura para atender até 200 pessoas, o barco parte do Porto Kattamaram, o último ponto de parada da Vista Panorâmica, e navega beirando a imponente barragem da Itaipu Binacional, com aproximadamente 8 km de comprimento, unindo Brasil e Paraguai.

 

Serviço

Vista panorâmica: todos os dias, das 8h às 16h30, com saída a cada 30 m. R$ 31,00 (Integral) e R$ 15,00 (meia). Circuito especial: todos os dias às 8h, 8h30, 10h, 10h30, 13h30, 14h, 15h30 e 16h. Proibido para menores de 14 anos. Iluminação da barragem: R$ 17,00 (Intregral).  Refúgio ecológico: terça-feira a domingo, 8h30, 9h30, 10h30, 14h30 e 15h30. R$ 22,00 (Integral). Ecomuseu: terça a domingo, das 8h às 16h30. Transporte do Centro de Recepção de Visitantes ao Ecomuseu: 9h40, 11h, 14h e 15h40. R$ 12,00 (Integral) e R$ 6,00 (meia). Polo astronômico: terça a domingo, 10h e 16h. Sexta e sábado: 10h, 16h e 18h30. R$ 22,00 (Integral). Teste Drive Elétrico: todos os dias, às 9h, 10h, 14h e 15h. R$ 120,00 (Integral). Somente maiores de 18 anos portando carteira de habilitação válida poderão dirigir. Porto Kattamaram: R$ 80,00 (Integral).

Com informações da Ascom/Itaipu