Palmas, Tocantins -

Minha Opinião

Roberta Tum

Roberta Tum

roberta.tum.9 @robertatum

Colunista do Editorial Minha Opinião


Bastidores
5.777 visualizações

Em pleno Outubro Rosa, secretário tem medida protetiva por violência doméstica

- Atualizada em
Descrição: Secretário de Estado da Saúde, Edgar Tollini André Araújo/Governo do Tocantins

O governo começa a semaninha pós feriado com o lançamento de um programa vigoroso de obras, o Tocando em Frente, que tem lançamento em Talismã nesta quarta-feira, 13, pelo governador Mauro Carlesse. É uma agenda forte, que reforça a retomada do crescimento do Estado, com investimentos em obras com capacidade de movimentar recursos nos municípios de todas as regiões do Tocantins.

 

As atenções no entanto se voltam para um problema não resolvido -  tratado antes, quando veio a público, como um problema pessoal, de um secretário que não vai bem no casamento  - e que agora toma proporções maiores, exigindo posicionamento firme, sob pena de passar a impressão de que admite como normal um tema delicado: a violência contra mulheres.

 

O fato é que o secretário de Saúde do Estado, Edgar Tollini -  tido como um dos quadros técnicos mais importantes da equipe de Carlesse – teve medida protetiva decretada no final de semana passado, e até domingo ainda não havia sido encontrado pelo oficial de Justiça para ser intimado.

 

O motivo, sem mais detalhes: nova agressão à esposa.

 

Um episódio controverso ocorrido no restaurante Mercatto, em que o secretário teria atingido a esposa com um tapa no rosto, repercutiu bastante à época. Ele negou, apesar do relato de testemunhas. Ela não se manifestou e a vida dos dois seguiu.

 

Em agosto, na data do aniversário dela, os dois apareceram em foto festiva no Portal da colunista Jaciara Barros. Amigos do casal, ouvidos pelo Blog, contam que ele se mostrava mais calmo nos encontros públicos e que parecia estar tudo bem.

 

A nova agressão, física, teria motivado um BO e um exame de corpo delito, motivando a medida protetiva. A vítima foi notificada em casa no último sábado, 9. Ele, no final de semana, não foi encontrado.

 

O Blog procurou o secretário via Whatsapp na segunda-feira, 11, solicitando sua posição sobre o caso. Edgar visualizou, mas não respondeu as mensagens.

 

O Outubro Rosa ainda não chegou ao meio no Tocantins, mas o episódio e a medida protetiva repercutem na classe política e na base de apoio do governador como algo que não pode passar em branco.

 

*Matéria atualizada no começo da tarde desta quarta-feira, 13, a pedido da assessoria jurídica da vítima.