Palmas, Tocantins -

Minha Opinião

Ver comentários
Roberta Tum

Roberta Tum


roberta.tum.9 @robertatum
Colunista do editorial Minha Opinião

Opinião Roberta Tum
3.115 visualizações

Os superpoderes do T1 e o estrago que faz uma mágoa...

Uma resposta aos ataques do professor Tardeu Zerbini ao Portal T1 pelas redes sociais
- Atualizada em
Divulgação

Circula desde ontem, 11, em grupos de WhatsApp, e hoje, 12, uma postagem no Facebook do professor Tardeu Zerbini, um texto equivocado, eivado de mágoas não superadas por situações que o mesmo deve ter vivido nos últimos anos. 

  

Poderia ser mais um ataque dos que deixo passar eventualmente, para não comprometer o bom humor, a saúde emocional e não perder tempo nas barras dos tribunais movendo e acompanhando processos. 

  

Só que não. Este merece resposta por dois motivos. O primeiro, é que Professor Tadeu é uma pessoa por quem sempre nutri respeito, estima, desde nossos tempos de convivência no Ceulp/Ulbra, nos idos de 1998/99. O segundo, é que tenho filhos pequenos crescendo. E não dá para deixar sem resposta a acusação de que eu no comando do T1, tenha praticado ao longo desses 10 anos, jornalismo irresponsável, do tipo que dá prejuízo às pessoas ou provoque quebra financeira a empresas. 

  

Tadeu erra ao dizer logo no começo do seu texto que, abre aspas: “Site “T1” de Notícias, da jornalista Roberta Tum, causou prejuízo de mais de R$ 4.000.000,00 aos cofres da Prefeitura de Palmas, mais de R$ 800.000,00 ao ITEAP – Instituto de Tecnologia em Educação, Administração e Política e prejudicou 2.500 jovens da capital”.  

  

Apenas esta informação, desconsiderando todo o restante das mais de 20 linhas nas quais apresenta trecho de decisão judicial que o isenta de ter provocado dano financeiro ao erário, já seria motivação suficiente para uma reparação de danos a este portal e sua diretora. Mas sigamos... 

  

Não é verdade que o T1 Notícias causou prejuízo aos cofres da prefeitura de Palmas. Primeiro porque jamais contratou serviço desse montante. Nunca deixou de prestar os serviços de publicidade para os quais foi contratado. E não tem negócios outros, diretos ou indiretos com o município. 

  

Prejuízos ao ITEAP, instituto que o professor Tadeu Zerbini defende como seu, também desconheço. Se ocorreram, possivelmente se devem a contratações mal feitas, das quais este portal nunca participou. 

  

A última acusação, igualmente torpe, é de que prejudicamos 2.500 jovens que teriam, supostamente, deixado de receber o treinamento do Projovem, programa custeado pelo Governo Federal. 

  

Relendo todo o texto com a maior boa vontade, depreendo que Tadeu Zerbini atribuiu ao Portal T1 Notícias, superpoderes que estamos bem longe de ter. 

  

Explico: ele se refere a uma matéria jornalística, assinada pelo repórter Dermival Pereira, nos idos do ano de 2012, quando repercutimos denúncia de que o município de Palmas, comandado pelo então prefeito Raul Filho, havia contratado pessoas e os serviços do ITEAP por indicação de Zerbini sem processo licitatório.

  

A reportagem, buscou ouvir o contratante: O Município de Palmas. Recebeu uma nota explicativa e publicou. Não há nenhuma acusação ao professor Tadeu no texto de então, de prática criminosa. A prefeitura justificou e defendeu a contratação do Iteap. E o barco seguiu. 

  

Na mesma época, o jornal impresso O Coletivo, do amigo Chumbinho, também repercutiu o mesmo assunto. 

  

O tempo passou, o prefeito que sucedeu a Raul Filho foi Carlos Amastha, e no ano seguinte, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, capitaneada pelo professor Borges da Silveira, entendeu de romper o vínculo com o Iteap.  

  

O Ministério Público Federal - que está longe de ser influenciado nas suas ações por qualquer portal de notícia -  também entendeu de investigar o contrato sem licitação realizado entre a Prefeitura de Palmas e o Iteap. 

  

O certo é que a história se arrastou por longos anos. Culminando agora numa decisão favorável ao professor Zerbini, que o isenta de ter dado prejuízos ao contratante. 

  

E o que ele faz? Respira aliviado e comemora? Não. 

  

Ataca o T1 Notícias como um sintoma de uma mágoa mal curada. Como alguém que busca fora do seu âmbito de responsabilidades, imputar a alguém os dissabores sofridos na sua prática empresarial. 

  

É lamentável. 

  

Naquela época, me lembro de um panfleto que circulou assinado pelo professor, com ataques ao nosso portal. Bem equivocado também. Mas que relevei, após uma conversa com o vereador Lúcio Campelo, que me chamou para comentar o assunto. 

  

Passados os anos, tenho cumprimentado Tadeu sempre que o encontro por aí, nas repartições e filas de banco. Relevei aquele ataque e esperei que um dia, mais amadurecido, ele tratasse o assunto conosco. Coisa que nunca fez. Assim como nunca procurou o T1 Notícias para abrir espaço para que contasse a sua versão da história. 

  

Ao longo dos últimos sete anos, nunca mais mencionamos o assunto. 

  

Hoje, após receber o texto de amigos, fui procurar saber o que aconteceu depois. Os alunos foram prejudicados? Não. Há fartas publicações de chamada de novas inscrições em 2013, assim como basta cinco minutos de Google para encontrar as fotos das formaturas seguintes destes alunos. 

  

Assim, só me cabe lamentar o destempero do texto que Zerbini publica nas redes sociais para nos atacar. 

  

De prático, achei melhor esclarecer nossos leitores. A matéria publicada obedeceu a regra básica do jornalismo: ouvir quem era acusado de contratar fora da lei. O único erro encontrado, refere-se a nominar o ex-secretário como secretário, quando da publicação. Falha do repórter que seria prontamente corrigida à época, caso tivesse sido apontada por Zerbini ou pela assessoria de Raul...

  

Não cometemos nenhum erro que permita a imputação dos prejuízos que Zerbini quer colocar na conta do T1 Notícias

  

Um portal de grande alcance como nosso tem sim, poder de influência sobre o público. Por isso somos respeitados. É com esta audiência e com a credibilidade advinda dela, que temos ajudado tantos tocantinenses nas filas de hospital. Que temos provocado respostas de governos estaduais e municipais a problemas da população em todo Tocantins. 

  

Temos serviço prestado nesta área. Como Professor Tadeu também tem na sua. 

  

A mágoa é má conselheira.  

  

Espero que oportunamente, Tadeu Zerbini reconheça que a origem dos dissabores que viveu está em outro lugar. Não nas páginas do T1.