Palmas, Tocantins -
Eleições 2018
892 visualizações

Amastha lembra virada em eleição em Palmas e diz que Araguaína será decisiva este ano

Ao ressaltar projetos para o Estado, já aprovados em Palmas, candidato lembrou que “o sentimento da população mudou nos últimos dias e que Araguaína é o grande termômetro do interior"
- Atualizada em
Em Araguaína, Amastha lembra grande virada nas eleições de Palmas Divulgação/PSB Tocantins

Em visita à região Norte nesta quarta-feira, 12, que começou com apoio de seis vereadores e do vice-prefeito de Santa Fé do Araguaia e terminou em  comício que lotou a Rua Jatobá, em Araguaína, o candidato a governador pelo PSB, Carlos Amastha, relembrou a grande virada nas eleições de 2012 em Palmas e, emocionado, afirmou que a Capital Econômica do Estado será o motor de outra grande arracanda, desta vez rumo ao Palácio Araguaia.

 

“O sentimento da população mundou nos últimos dias. E Araguaína é o grande termômetro dessa mudança que começou como marola, virou onda e agora vai virar tsunami em todo o Estado”, afirmou Amastha, lembrando que na eleição suplementar começou com 4% e acabou vencendo no muncípio com 37% dos votos, numa trajetória que lembrou a sua primeira eleição para prefeito de Palmas, quando saiu com 1%  e acabou vencendo e depois se reelegendo.

 

“Isso demonstra claramente a sitonia entre Amastha e Araguaína, que amo de paixão. Araguaína é a capital da resistência porque, mesmo abandonada pelo governo do Estado, consegue se manter pujante graças ao espírito empreendedor de seu povo”, lembrou.

 

O Tocantins dos sonhos de todos

 

Aplaudido pelos moradores, Amastha garantiu que, ao lado dos araguainenses, irá ajudar criar o criar o Tocantins dos sonhos dos tocantinenses que há 30 anos vieram de todas as partes do País transformar o Norte velho de Goiás no novo Norte do Brasil. “Não vamos descepcionar vocês”, frisou o candidato a governador pelo PSB, destacando a força de sua equipe, com Oswaldo Stival como candidato a vice-governador, e Vicentinho Alves (PR) e Ataídes Oliveira (PSDB), ambos candidatos à reeleição ao Senado.

 

Amastha reforçou que Araguaína será uma das capitais das dez governadorias que serão criadas no seu governo, terá papel fundamental no processo de descentralização da administração pública estadual por ter capacidade de impregnar de empreendorismo o interior do Estado.

 

“O Tocantins é nossa Canaã e temos que inverter a lógica perversa de ter um Estado rico e um povo pobre. Temos potencialidades demais pra explorar, pois temos realmente um plano de governo consolidado para fazer o Estado se desenvolver, a exemplo de Palmas”, afirmou Amastha.

 

Multiplicando os votos

 

”Antes até os bandidos saíam de Palmas no período de férias e datas festivas. Hoje, a cidade recebe gente do mundo inteiro”, ressaltou, lembrando que apostou nos grandes eventos, como os Jogos Mundiais dos Jogos Indígenas, que valorizou as pontencialidades culturais, como o Arraiá da Capital e o Festival Gastronômico de Taquaruçu, que atraiu cerca de 200 mil turistas, e o Palmas Capital da Fé – cerca de 250 mil pessoas.

 

“Não estamos promentendo o impossível. Nossos projetos são exequíveis porque já foram testados e aprovados em  Palmas”, frisou Amastha, para encerrar o discurso, fazendo um pedido aos araguainenses: “nossa campanha está maravilhosa. Além do voto, preciso que cada araguainense seja um seja multiplicador de votos, em casa, no trabalho, nas ruas, pois vai valer a pena apostar numa realidade diferente para nosso Tocantins”.