Palmas, Tocantins -

Política


Nota
765 visualizações

Caso Irene: PL Mulher externa indignação sobre violência praticada em Araguacema

A presidente do PL Mulher no Tocantins, Nilmar Ruiz, destaca que o pedido de justiça e pela não violência contra a mulher, deve ecoar em todas as instituições
- Atualizada em
Descrição: Presidente do PL Mulher no Tocantins, Nilmar Ruiz Agência Câmara

Em nota, o PL Mulher no Tocantins, por meio de sua presidente ex-deputada Nilmar Ruiz, externou profunda indignação sobre os atos de violência sofridos por Irene Chaves em Araguacema e se incorporou ao movimento  #TodosComIrene.

 

Conforme Ruiz, o pedido de justiça e pela não violência contra a mulher, deve ecoar em todas as instituições, começando pelas famílias e em todas as instâncias, para que possam freiar o grande aumento de casos de violência contra a mulher no nosso Estado e no Brasil. 

 

"A pandemia sanitária que estamos passando, agravou ainda mais a situação que já vivíamos e que há anos tentamos combater. Sabemos da necessidade das transformações culturais, legais e institucionais. Da importância das mudanças de paradigmas para que as mulheres se valorizem e se apoderem cada vez mais, para que sejam apoiadas e respeitadas e para que exijam seus direitos e tenham justiça", destaca em nota. 

 

Nilmar Ruiz ressalta que, nesse momento, o grito é de socorro. "Que o sofrimento da Irene venha sensibilizar à todos! Que cada um faça a sua parte, para que não haja tantas Irenes, na maioria anônimas, a cada minuto sendo violentadas e muitas sendo mortas!', finalizou. 

 

Entenda o caso

 

A dona de casa Irene Chaves foi vítima de uma tentativa de feminicídio no dia 03 de janeiro de 2021, na zona rural de Araguacema. Em vídeo divulgado nas redes sociais, ela contou que foi agredita e, posteriormente, o autor tentou matá-la, fazendo três disparos com uma arma.

 

Dois disparos falharam e o último atingiu a cabeça da vítima, que conseguiu fugir para a mata, onde passou a noite escondida. Irene conseguiu ajuda no dia seguinte, foi levada para o hospital e a denúncia contra o autor foi feita na Polícia Civil. 

 

O agressor foi preso na última quinta-feira, 14.

 

Confira a nota na íntegra: 

 

Nota        


O PL Mulher no Tocantins, externa  profunda indignação os atos de violência sofridos por Irene Chaves em Araguacema e se incorpora ao movimento  #TodosComIrene. O pedido de justiça e pela não violência contra a mulher, deve ecoar em todas as instituições, começando pelas famílias e em todas as instâncias, para que possamos freiar o grande aumento de casos de violência contra a mulher no nosso Estado e no Brasil. 

 

A pandemia sanitária que estamos passando, agravou ainda mais a situação que já vivíamos e que há anos tentamos combater. 

 

Sabemos da necessidade das transformações culturais, legais e institucionais. Da importância das mudanças de paradigmas para que as mulheres se valorizem e se apoderem cada vez mais, para que sejam apoiadas e respeitadas e para que exijam seus direitos e tenham justiça.

 

Porém, nesse momento, o grito é de socorro! Que o sofrimento da Irene venha sensibilizar à todos! Que cada um faça a sua parte, para que não haja tantas Irenes, na maioria anônimas, a cada minuto sendo violentadas e muitas sendo mortas!

 

Nilmar Ruiz
Presidente do PL Mulher Tocantins