Palmas, Tocantins -

Política


Boletim de Ocorrência
597 visualizações

Em Colinas, Coutinho registra B.O. alegando ameaça de procurador do município

Boletim de Ocorrência foi registrado na 6ª Central de Atendimento da Polícia Civil de Colinas, contra o procurador-geral do município, Jean Carlos Paz de Araújo.
- Atualizada em
Descrição: Vereador Leandro Coutinho registrou Boletim no último dia 30. Divulgação

O presidente da Câmara Municipal de Colinas, vereador Leandro Coutinho (PT), registrou um Boletim de Ocorrência no último dia 30 de setembro, na 6ª Central de Atendimento da Polícia Civil da cidade, no qual alega ter sofrido ameaças de morte por parte do procurador-geral do município, Jean Carlos Paz de Araújo. 

 

“Fizemos o Boletim de Ocorrência contra o procurador do município, doutor Jean Carlos, que vem nos ameaçando de morte, comentando para terceiros que já tinha até contratado uma pessoa para me matar e matar também o servidor da Câmara, Oliveira Pereira Mota”, comentou o presidente da Câmara.

 

No documento, foi relatado que: “Policial Rodoviário Federal, Jean Carlos teria o encontrado no Bar da Zilda, localizado na rua 3, centro de Colinas, e lá teria ameaçado o declarante e Oliveira, inclusive teria mostrado uma foto de um suposto pistoleiro que iria contratar para o serviço, fato esse presenciado por Thiago Fernandes da Silva, que também estava na mesa”, diz um trecho do documento.

 

No Boletim ainda consta que “Jean Carlos teria comentado com outro advogado, em uma reunião, que estava com a intenção de tentar contra a vida do declarante e Oliveira; que, repetiu as ameaças para outro advogado em uma reunião no escritório; que, todas as quatro testemunhas procuraram o declarante e lhe contaram o que ouviram, na intenção de preveni-los”.

 

Outro lado

 

O Portal encaminhou demanda ao procurador Jean Carlos para solicitar seu posicionamento e recebeu resposta nesta segunda-feira, 11. ele afirmou que "não procede, são falácias. Esses fatos não aconteceram. Toda essa situação que eu imagino que está sendo criada é uma retaliação a uma Ação Civil Pública que o Município entrou contra o presidente da Câmara, a fim de obrigá-lo a colocar em votação as contas de 2018 do ex-gestor, que chegaram em abril e ele está segurando isso. O município entende que precisa ser cumprido o Regimento Interno que fala de 60 dias (para votação)", explicou. Confira aqui a matéria. O prefeito Kasarin não respondeu a tentativa de contato do Portal via Whatsapp.

 

Em nota, UVET apoia vereador Coutinho

 

A União dos Vereadores do Estado do Tocantins UVET) encaminhou nota ao T1 Notícias informando que está à disposição da Câmara Municipal de Colinas, na defesa de todos os vereadores, em especial ao vereador Leandro Coutinho, “principalmente para garantir suas prerrogativas constitucionais de fala, opiniões, votos e fiscalização da coisa pública”.

 

A nota diz, ainda, que que nenhum vereador “irá se intimidar com eventuais ações e ou ameaças no intuito de dificultar qualquer parlamentar de exercer sua função de fiscalizar”.

 

Confira a nota da UVET na íntegra: 

 

A UVET - União dos Vereadores do Estado do Tocantins, informa que está à disposição da Câmara Municipal de Colinas na defesa de todos os vereadores, em especial ao vereador Leandro Coutinho principalmente para garantir suas prerrogativas constitucionais de fala, opiniões, votos e fiscalização da coisa pública, função está uma das mais importantes da República, representantes direto do povo, mesmo com todas dificuldades encontradas por esta tão nobre classe, estão todos os dias em cada município exercendo suas atividades com excelência na defesa dos interesses coletivos, principalmente daqueles mais humildes.

 

Informamos ainda, que nenhum vereador irá se intimidar com eventuais ações e ou ameaças no intuito de dificultar qualquer parlamentar de exercer sua função de fiscalizar.

 

Ver. Terciliano Gomes

Presidente da UVET